High Fidelity recebe mais US$ 11 milhões de investimento

0
24

Vulcan Capital de Paul Allen investe em criação de mundos virtuais

O High Fidelity é baseado em uma startup de São Francisco, EUA, tendo a frente Philip Rosedale, ex-CEO da Linden Lab – Second Life, e confirmou no TechCrunch o investimento no valor de US$ 11 milhões por parte da Vulcan Capital de Paul Allen.

A ideia central do High Fidelity é de facilmente gerar espaços virtuais para encontrar e interagir com outros avatares. A interface está longe de ser finalizada, mas vem evoluindo ao longo do tempo e já pode ser acessada em versão alpha.

high-fidelity-creating

Cada espaço gerado no High Fidelity terá capacidade de ser acessível pelo client através de hiperlinks, podendo gerar suas próprias mecânicas de jogos e compatibilidade com Unity.

A realidade virtual possui infinitas possibilidades, e os estúdios e entusiastas estão trabalhando cada vez mais em conteúdos com foco em dispositivos como Oculus Rift, que deve sair em versão comercial no próximo ano. Chamado de “deployable worlds”, o modelo do High Fidelity pode criar um novo paradigma de interação como metaverso.

Fique por dentro de todas as novidades do High Fidelity e outros metaversos. Curta e siga Virtualogia nas redes sociais como Facebook e Twitter, e cadastre-se gratuitamente na nossa lista de e-mails.