Project Sansar pode ser o WordPress da realidade virtual

CEO da Linden Lab fala mais sobre o novo metaverso da empresa

0
18

Ebbe Altberg, CEO da pioneira em realidade virtual, Linden Lab, falou mais sobre a nova plataforma da empresa – Project Sansar – para a Variety. Ele acredita que o Second Life atingiu o topo da realidade virtual no âmbito dos entusiastas. A atual plataforma da Linden conta hoje com mais de 1 milhão de usuários ativos, e se mantém atraindo pouco menos de 900 mil usuários mensais no ano de 2015. O Project Sansar tem o objetivo de não apenas ser maior, mas de ser muito melhor escalável e abrir mais portas para a realidade virtual.

Além disso, Ebbe diz que a Linden Lab aprendeu muito com o Second Life, e que um ponto importante a ser superado é com relação ao custo de lands e regiões para criar. O CEO acredita que são valores caros, e que muitas vezes se mostram inviáveis para receber de 70 a 100 pessoas em uma única região no caso de uma ilha privativa, por exemplo.

projectsansar

A Linden Lab pretende resolver essa questão com um método que replica as regiões em várias cópias virtuais, que podem atender a quantidade de avatares conforme a demanda.

O Project Sansar também terá como característica fazer uma renderização de 90 frames por secundo, para ser mais fluido em dispositivos imersivos como o Oculus Rift.

Ebbe fez ainda uma comparação do Project Sansar como o WordPress da realidade virtual. Uma plataforma que vai permitir que pessoas e empresas criem suas próprias experiências com integração possível em websites e apps de terceiros, permitindo que todos possam criar e programar sem gastar tanto dinheiro e horas de trabalho.

Por enquanto a plataforma está trabalhando com integração direta com o Maya, mas futuramente pode trabalhar com Blender, Sketchup e outros programas.

Apenas alguns poucos avatares que são criadores do Second Life estão tendo acesso a essa fase de testes. Fique por dentro das próximas novidades acompanhando nosso site, no Facebook e no Twitter.